Letra de

A Profecia

Alcione

Mais cedo ou mais tarde
Você vai voltar
Pedindo, implorando
Para lhe perdoar
Confesso que na hora
Sorri e zombei da sua profecia
Nos braços de Orfeu
Me perdi na orgia
Andei por aí
Muitos sambas cantei
Só mais tarde me lembrei
Fiz do meu canto
O melhor dos meus versos
Sua profecia
Mas o meu pranto correu
Quando nasceu o dia
Confesso que chorei
Pelas ruas da desilusão
Vagando com amor
Em meu coração
Pelas ruas da desilusão
Vagando com amor
Em meu coração
Dos amigos nem sequer
Me despedi
E a boemia deixar, resolvi
Guardei viola no saco
Subi o morro pro nosso barraco
Bati na janela
Chamei amorzinho
A vida é tão bela
Então vamos viver
Hoje é coisa rara
Alguém gostar tanto
Como gosto de você
Assim falei
Meu amor abriu a porta
Voltaste?
Voltei.

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música A Profecia de Alcione assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.