Letra de

Capim

Alcione

Capim do vale, vara de goiabeira na beira do rio
Paro para me benzer
Mãe d’água sai um pouquinho desse seu leito ninho
Que eu tenho um carinho para lhe fazer (2x)

Pinheiros do paraná
Que bom tê-los como areia no mar
Mangas do pará, pitombeiras da borborema
A ema gemeu no tronco do juremá

Cacique perdeu mas lutou que eu vi
Jari não é deus mas acham que sim
Que fim levou o amor
Plantei um pé de fuló deu capim…

Capim do vale, vara de goiabeira na beira do rio
Paro para me benzer
Mãe d’água sai um pouquinho desse seu leito ninho
Que eu tenho um carinho para lhe fazer (2x)

Pinheiros do paraná
Que bom tê-los como areia no mar
Mangas do pará, pitombeiras da borborema
A ema gemeu no tronco do juremá

Cacique perdeu mas lutou que eu vi
Jari não é deus mas acham que sim
Que fim levou o amor
Plantei um pé de fuló deu capim…

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Capim de Alcione assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.