Letra de

Coisa Feita

Alcione

Sou bem mulher de pegar macho pelo pé
Reencarnação da Princesa do Dao…..mé
Eu sou marfim, lá das Minas do Salomão
Me esparramo em mim, lua cheia sobre o carvão
Um mulherão, balangadãs, cerâmica e sisal
Língua assim, a conta certa entre a baunilha e o sal
Fogão de lenha, garrafa de areia colorida
Pedra-sabão, peneira e água boa de moringa
Sou de arrancar couro

De farejar ouro
Princesa do Da…..o…..mé
Sou coisa feita, se o malandro se aconchegar
Vai morrer na esteira, maré sonsa de Paque…tá
Sou coisa benta, se provar do meu aluá
Bebe o pólo norte, bem tirado do samo….var
Neguinho assim, ó, já escreveu atrás do caminhão

“A mulher que não se esquece é lá do Daomé”
Faço mandinga, fecho os caminhos com as cinzas
Deixo biruta, lelé da cuca, zuretão ranzinza
Pra não ficar bobo,
Melhor fugir logo
Sou de pegar pe…..lo pé
Sou avatar vodu,
Sou de botar fogo
Princesa do Da…o…mé

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Coisa Feita de Alcione assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.