Letra de

Lamento Sertanejo

Alcione

Lamento Sertanejo
Gilberto Gil
Composição: Dominguinhos / Gilberto Gil

Por ser de lá
do Sertão, lá do cerrado
lá do interior do mato
da caatinga do roçado.
Eu quase não saio
eu quase não tenho amigos
eu quase que não consigo
ficar na cidade sem viver contrariado.

Por ser de lá
na certa por isso mesmo
não gosto de cama mole
não sei comer sem torresmo.
Eu quase não falo
eu quase não sei de nada
sou com rês desgarrada
nessa multidão boiada caminhando a esmo.

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Lamento Sertanejo de Alcione assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.