Letra de

Nair Grande

Alcione

Havia uma nega no pendura-saia,
Bambambã do fuzuê
Jogava pernada e rabo de arraia
Com os malandros do dendê
Fazia feitiço, no cós da cambraia
Com os pretos do canjerê
Batia na lata de banha e alfaia,
Lá na lira do prazer

Cadê, cadê? já não posso mais ouvir
Cadê, cadê as congadas de nair?
Ouvi dizer
Nair grande já chegou
No céu da mangueira nair arengueira,
Tá com dona zica e angenor

Fazia cabelo e barba com navalha,
Perfumosa como quê
Bordava os amantes, na barra da saia,
E sambava pra gemer
No peito cabiam o amor e a gandaia,
Coração de banguelê
Nair de mangueira, jongueira da laia,
Que saudades de você

Cadê, cadê?…

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Nair Grande de Alcione assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.