Letra de

O Mar Serenou

Alcione

O mar serenou quando ela pisou na areia
Quem samba na beira do mar é sereia
O pescador não tem medo é segredo se volta ou se fica no fundo
do mar
Ao ver a morena bonita sambando se explica que não vai pescar
deixa o mar serenar
O mar serenou quando ela pisou na areia
Quem samba na beira do mar é sereia
A lua brilhava vaidosa de si orgulhosa e prosa com que deus lhe
deu
Ao ver a morena sambando foi se acabrunhando então adormeceu o
sol apareceu
O mar serenou quando ela pisou na areia
Quem samba na beira do mar é sereia
Um frio danado que vinha do lado gelado que o povo até se
intimidou
Morena aceitou o desafio sambou e o frio sentiu seu calor e o
samba se esquentou
O mar serenou quando ela pisou na areia
Quem samba na beira do mar é sereia
A estrela que estava escondida sentiu-se atraída depois então
apareceu
Mas ficou tão enternecida indagou a si mesma a estrela afinal
será ela ou sou eu
O mar serenou quando ela pisou na areia
Quem samba na beira do mar é sereia

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música O Mar Serenou de Alcione assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.