Letra de

O Samba da Paz Canta a Saga da Liberdade (Mangueira 2003)

Alcione

Quem plantar a paz, vai colher amor
um grito forte de liberdade
na estação primeira ecoou!

Um clarão no céu
iluminou… mangueira
surge um caminho de luz
pra mergulhar na história
no egito, um faraó
poder e riqueza, cruel tirania
e um povo sonhava na lama
que o a libertadorção ali nasceria
flutua nas águas do nilo
a esperança guiando o menino
criado no luxo da corte
enfrenta o deserto, sagrado destino

É o vento que sopra, poeira!
segue o homem em busca da fé
do alto uma voz anuncia
a certeza de um novo dia 2X

Moisés desafia o rei
a ira divina desaba na terra
libertação! e num gesto encantado
o mar virou passarela
descrença… ilusão
no ouro, a falsa adoração
a vontade de deus é a lei da verdade
foi revelada pra humanidade
mostra pro mundo, brasil (meu brasil)
o caminho da felicidade

Quem plantar a paz, vai colher amor
um grito forte de liberdade
na estação primeira ecoou!

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música O Samba da Paz Canta a Saga da Liberdade (Mangueira 2003) de Alcione assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.