Letra de

Olerê Camará

Alcione

Abre a roda malungo
Abre a roda malungo
Abre a roda malungo
Olerê Camará …
Olerê Camará

Quando eu jogo capoeira
Na ladeira do Piá
Se a saudade é zombedeira
Dou um nó no berimbá
Se a tristeza é pulideira
Tá pensando em pelejar
Do meu arco de madeira
Quero ver quem vai zombar

Abre a roda malungo
Abre a roda malungo
Abre a roda malungo
Olerê Camará …
Olerê Camará

Foi pastinha na ribeira
Que ensinou olerêá
Não há nó de lembranceira
Que consiga me laçar
Se me vêm uma tristeira
Ponho a fé em Oxalá
Levo o pau na focinheira
Deixo a dor de amor pra lá

Abre a roda malungo
Abre a roda malungo
Abre a roda malungo
Olerê Camará …
Olerê Camará

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Olerê Camará de Alcione assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.