Letra de

Porto d’Alma

Alcione

Eu sinto a saudade batendo
Qual vento na beira do mar
A força que arrebata o tempo
Faz arrepiar

Você na cabeça rondando
Tal qual o fantasma no ar
Meu corpo dança no vazio
Pede o teu olhar

Na camisa de seda
Um perfume à francesa
Restou no colarinho
A garrafa na mesa
E no chão, duas taças de vinho

Nosso quarto parece
Lembrar de nós dois
Ainda escuto os murmúrios de amor nos lençóís
Apago a luz e me abraço ao teu travesseiro

Outra vez tudo igual vou sofrer e depois
A tua volta,o teu porto seguro, o teu cais
Tempo fugaz, lá de longe, já sinto teu cheiro

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Porto d’Alma de Alcione assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.