Letra de

Seu Rio, Meu Mar

Alcione

Dentro de você existe um rio
Que não tem onde desaguar
Abra as comportas, o faça vazio
E faz de conta que eu sou seu mar

Arrebente logo essa represa
Deixa a correnteza te arrastar
Por entre as pedreiras
Que teimam não deixar
Você ser minha beira
E em mim se misturar

Aproveite as chuvas de janeiro
Se transborde em minha direção
Que eu faço maré cheia
Me quebro em sua mão
E a gente volta e meia
Se encharca de paixão

C o r o

Deixe as águas que já são passadas
Pois moinhos já não movem mais
Embarque neste vento
Que eu te mandei buscar
E venha violento
Em mim desembocar

Faça uma enchente de saudade
Dessa tempestade de verão
Que eu faço uma ressaca
Bem fora de estação
E a gente se encharca
Se afoga de paixão.

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Seu Rio, Meu Mar de Alcione assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.