Letra de

Cigano

Alexandre Pires

Era lindo nosso amor
A história de nós dois já teve sua voz
O que vou fazer?
Saber que o fogo apagou
Eu ví as cinzas que o vento carregou

Não sei mais as leis do coração
Se seu corpo ainda queima em minhas mãos
Mas meu beijo e seu olhar têm outra direção

Vento forte que a vida soprou
Derrubou o ninho de amor
Hoje eu sou
Um cigano que foge da dor
Um oceano sem navegador
Hoje eu sou
Um fulano que a sorte marcou
Condenado a ser um sonhador
Hoje eu sou
De ninguém

Tava triste o nosso amor
A estrada de nós dois chegou ao seu final
Não me leve a mal
Valeu, doeu, mas tudo bem
Quem sabe um dia vou gostar de outro alguém

Não sei mais as leis do coração
Se seu corpo ainda queima em minhas mãos
Mas meu beijo e seu olhar têm outra direção

Vento forte que a vida soprou
Derrubou o ninho de amor
Hoje eu sou
Um cigano que foge da dor
Um oceano sem navegador
Hoje eu sou
Um fulano que a sorte marcou
Condenado a ser um sonhador
Hoje eu sou
De ninguém

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Cigano de Alexandre Pires assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.