Letra de

Silent Call (Tradução)

Angra

Encontro-me perdido na noite sueca
O pôr do sol está chorando no céu
De repente eu vejo um novo horizonte
E eu comecei a me perguntar por quê?

Um novo dia, nascer do sol
Soem as trombetas do amanhecer
Longe dali, por um tempo
Eu ouço o chamado silencioso dos anjos
Oooh, o chamado silencioso

Todas as respostas para estes mistérios duvidosos
No sol mágico da meia noite
Eu tenho um velho saco cheio de memórias recentes
Muitas risadas e muitos gritos

Um novo dia, nascer do sol
Soem as trombetas do amanhecer
Longe dali, por um tempo
Eu ouço o chamado silencioso dos anjos
Oooh, o chamado silencioso

Abro minhas asas e vôo
Apenas guiado pela fé
Através da escuridão ou luz
Talvez tenha os “porquês?”
É sempre o mesmo
Está sempre lá
Noite e dia
O chamado silencioso

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Silent Call (Tradução) de Angra assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.