Letra de

Casa do Sol

Armandinho

Quando chega o entardecer
É impossível não lembrar de você
Dos momentos que juntos passamos ao sol
No temporal você estava também
Ao meu lado,
Na grama,
Na areia de santa num fim de semana
Batendo, na casa do sol
Pra manhã nascer feliz

Quando chega o entardecer
É impossível não lembrar de você
Dos momentos que juntos passamos ao sol
No temporal você estava também
Ao meu lado,
Na grama,
Em paz na pracinha num fim de semana
Batendo na casa do sol
Pra manhã nascer feliz

A melancolia das ondas
Quebrando sozinhas
Sem você
Lembrando teu beijo salgado e pedindo um abraço pra aquecer, ôôô….

Por do sol
Vai lembrar você
Por do sol
Vai lembrar você

Quando chega o entardecer
É impossível não lembrar de você
Dos momentos que juntos passamos ao sol
No temporal você estava também
Ao meu lado
Na grama,
Em paz na pracinha num fim de semana
Batendo na casa do sol
Pra manhã nascer feliz

Ô…

A melancolia das ondas
Quebrando sozinhas
Sem você
Lembrando teu beijo salgado e pedindo um abraço pra aquecer, ôôô….

Por do sol
Vai lembrar você
Por do sol
Vai lembrar você
Por do sol
Vai lembrar você
Por do sol
Onde está você?

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Casa do Sol de Armandinho assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.