Letra de

Fio de Cabelo

Armandinho

ôô aí, Fio de Cabelo!
ôô aí, Seu magricelo..

ôô aí, Fio de Cabelo!
ôô aí, Seu magricelo..

Fio de cabelo era mesmo muito magro
Com seu calção rasgado,

Quando ele apareceu
Tinha na mão uma cesta de cocada
Uma prancha amarelada
Que um outro brother deu

Cabelo loiro, meio oxigenado
Muleque era folgado e um corretivo mereceu
Ao mesmo tempo, Fio era desgraçado
Muleque era engraçado e a galera o acolheu

ôô aí, Fio de Cabelo!
ôô aí, Seu magricelo.. [2x]

E era dele um talento natural
Com seu surf de menino
Agressivo e radical

Fio de Cabelo quebrava na mirreca
Mas quando o bixo pega
O nego era um animal

E com o tempo adquiriu respeito
De todo seguimento do surf Nacional
Menino pobre que veio da favela
Graças ao esporte nao vai ser um marginal

ôô aí, Fio de Cabelo!
ôô aí, Seu magricelo..

E era dele um talento natural
Com seu surf de menino
Agressivo e radical

Fio de Cabelo quebrava na mirreca
Mas quando o bixo pega
O nego era um animal

E com o tempo adquiriu respeito
De todo seguimento do surf Nacional
Menino pobre que veio da favela
Graças ao esporte nao vai ser um marginal

ôô aí, Fio de Cabelo!
ôô aí, Seu magricelo..

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Fio de Cabelo de Armandinho assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.