Letra de

Beija-Flor

Arnaldo Antunes

Um beija-flor bebeu
Da boca do tudo de soro
Preso ao meu braço

Uma libélula bebeu
Do mel do choro do meu olho
Semi fechado

Meu anjo da guarda piscou
O olho
E eles entraram

Agora tremula
Flâmula
Sem mastro

Contra os frisos e vidros da janela
Semi aberta
Do meu quarto

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Beija-Flor de Arnaldo Antunes assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.