Letra de

Bichos Escrotos

Arnaldo Antunes

Bichos,
Saiam dos lixos.
Baratas,
Me deixem ver suas patas.
Ratos,
Entrem nos sapatos
Do cidadão civilizado.
Pulgas,
Que habitam minhas rugas.

Oncinha pintada,
Zebrinha listrada,
Coelhinho peludo,
Vão se foder!
Porque aqui na face da terra
Só bicho escroto é que vai ter!

Bichos escrotos, saiam dos esgotos.
Bichos escrotos, venham enfeitar
Meu lar,
Meu jantar,
Meu nobre paladar.

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Bichos Escrotos de Arnaldo Antunes assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.