Letra de

Consciência

Arnaldo Antunes

Tire a mão da consciência e meta
No cabaço da cabeça
Tire a mão da consciência e ponha
No buraco da vergonha
Tire a mão e ponha o corpo todo no corpo da consciência
Ponha ouvido orelha língua boca na cara da consciência
E umbigo na barriga dela
Ponha olhos no colírio dela
Ponha tripas na barriga dela
Ponha olhos nos óculos dela

O cabelo o pelo a pele a perna o braço a carne o sangue pensa
A madeira o nervo a unha a terra a água o leite o peito pensa
O plástico o fogo o estômago o aço o osso o coração o cigarro o chiclete
o pano o papel a coluna a vértebra o músculo o vidro o fígado o cágado
a pedra pensa

Tire a mão da consciência e meta a mão na consistência

Tire a mão da consciência e meta
No cabaço da cabeça
Tire a mão da consciência e ponha
Na cabeça da vergonha
Tire a mão da consciência e meta no cabaço da cabeça
Ponha oxigênio e gás carbônico no ar da consciência
E comida na barriga dela
Ponha olhos nas lágrimas dela

E ossos por dentro da carne, carne por dentro da pele dela.

Tire a mão da consciência e meta a mão na consistência
Tire a mão da consciência e meta a mão na consistência
Tire a mão da consciência e meta no cabaço da cabeça
Tire a mão da consciência e meta a mão na consistência
Ponha oxigênio e gás carbônico no ar da consciência
Ponha ouvido orelha língua boca na cara da consciência
Tire a mão da consciência e meta a mão na consistência
a mão na consistência
a mão na consistência

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Consciência de Arnaldo Antunes assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.