Letra de

Deus

Arnaldo Antunes

Deus, avoa.
No vento onde deve haver deus
Vivo, não visto
No que se não vie.
Deus sem milagre,
Deus sem ateus.
Além do seio dos seus
E de seus anseios.
Além dos braços dos seus
E de seus abraços.
Além dos bentos, dos rebentos
Dos ovos,
Sobe aos céus.
Sai da boca qual palavra.
Qual palavr se perca.
Deus pecado.
Indecifrado.
Incomuniado.
Chova de baixo pra cima.
Além dos lares dos seus
E de seus olhares.
Qual palavra não se cumpra.
Qual palavra não venha na hora agá.
Deus-ar, não venha.
No ar se mantenha
Intocável
Irrespirável
Incomunicável.
Chova de cima para o alto
Deus sem pouso,
Deus sem repouso,
Agora e sem
Deus, avoa.

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Deus de Arnaldo Antunes assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.