Letra de

Estranheleza

Arnaldo Antunes

Pétala de flor na bochecha,
Se enfeita, na mata, a menina preta.
Fanta-uva, doce corante,
Sou feliz, no pé verniz diamante.

Eê, êe,
Eieiei iê,
Eieiei iê eê,
Eê eê!

Em Saturno há tempestades douradas;
No céu (no CÉU) eu tenho dez namoradas.
Tanta estranheleza me encanta,
Santa mulher com pele de planta.

Eê, língua de macaco ê,
Eê, perna de serpente ê.

Miss mistério no stereo do som
Pérola, tudo tambor tão bom

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Estranheleza de Arnaldo Antunes assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.