Letra de

Um Kilo

Arnaldo Antunes

Um quilo não é um litro não
Um quilo e meio não é um litro e meio
Mas tanto faz se agora é hora do recreio
Agulha vira palha no palheiro
Duas da tarde não é duas da manhã
Prefere menta mas aceita hortelã
A loja fica cheia mas a fábrica faliu
Fagulha vira fogo no pavio
É que esse corpo humando
É reciclável
Amando fica mais amável
Porque o céu não sai de cima
Um beijo só não vai tirar um pedaço

Um quilo não é um kilômetro
Meio litro não é um litro inteiro
Mas se transborda assim
É que já está pra lá de cheio
A casca está por dentro do recheio
Domingo não é dia de semana
Legítima só mesmo havaiana
Mas se usa camisola, camiseta ou camisinha
Também não é da conta da vizinha
É que esse corpo humano
É reciclável
Amando fica mais amável
Porque o chão não sai de baixo
Um beijo só não vai tirar pedaço
Porque o céu não sai de cima
Um beijo só não vai tirar o cabaço
Porque o chão não sai de baixo
Um beijo só não vai tirar um pedaço

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Um Kilo de Arnaldo Antunes assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.