Letra de

01 E 02

Aviões do Forró

Amigo vou ser sincero
Na moral escute ai
Via de raparigueiro
É sempre assim

É vinte, vinte quatro horas
Com a mão no coração
Com medo que a outra venha arrumar confusão
Se ela vinher eu to lascado
Minha mulher vai quebrar o meu carro

Vai levar os meninos
E não vai ter perdão
Ai eu to fudido
Pra pagar dus pensão

Zero um é a de casa
Zero dois e a da rua
Zero um é a de casa
Zero dois e a da rua
Eu sou aparigueiro
E vivo com as duas

Zero um é a de casa
Zero dois e a da rua
Zero um é a de casa
Zero dois e a da rua
Eu sou aparigueiro
E vivo com as duas

Amigo vou ser sincero
Na moral escute ai
Via de raparigueiro
É sempre assim

É vinte, vinte quatro horas
Com a mão no coração
Com medo que a outra venha arrumar confusão
Se ela vinher eu to lascado
Minha mulher vai quebrar o meu carro

Vai levar os meninos
E não vai ter perdão
Ai eu to fudido
Pra pagar dus pensão

Zero um é a de casa
Zero dois e a da rua
Zero um é a de casa
Zero dois e a da rua
Eu sou aparigueiro
E vivo com as duas

Zero um é a de casa
Zero dois e a da rua
Zero um é a de casa
Zero dois e a da rua
Eu sou aparigueiro
E vivo com as duas

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música 01 E 02 de Aviões do Forró assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.