Letra de

Bumbum Paticumbum Prugurundum

Aviões do Forró

Bumbum paticumbum prugurundum
O nosso samba minha gente é isso aí
Bumbum paticumbum prugurundum
Contagiando a marquês de sapucaí

Enfeitei meu coração
De confete e serpentina
Minha mente se fez menina
Num mundo de recordação
Abracei a coroa imperial
Fiz meu carnaval
Extravasando toda minha emoção
Oh! Praça onze tu es imortal
Teus braços embalaram o samba
A sua apoteose é triunfal
De uma barrica se fez uma cuíca
De outra barrica um surdo de marcação

Com reco-reco, pandeiro e tamborim
E lindas baianas o samba ficou assim

E passo a passo no compasso o samba cresceu
Na candelária construiu seu apogeu
As burrinhas que imagem
Para os olhos um prazer
Pedem passagem pros moleques de debret
“As africanas”, que quadro original
Iemanjá, iemanjá enriquecendo o visual
(Vem meu amor…)

Vem meu amor manda a tristeza embora
É carnaval, é folia neste dia ninguém chora
Super escolas de samba s/a
Super- alegorias
Escondendo gente bamba
Que covardia!

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Bumbum Paticumbum Prugurundum de Aviões do Forró assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.