Letra de

De Raparigua Eu Entendo

Aviões do Forró

De rapariga eu entendo
Sou viciado, o meu consumo é mulher
Eu fui criado numa mesa de baralho
Em forró e vaquejada e bebendo
em cabaré. (2x)

Papai me disse: meu filho seja homem
Não vire lobisomem
E não descuta com mulher
Se for preciso tire a cobra da loca
Mas nunca mije de ‘coca’
Nem deixe de beber mé.

Mé mé mé, bote mais um que eu to tomando
Numa lagoa não perco pra jacaré
Quando fico bravo viro um sirí na lata
Não tenho medo de nada
E o que me mata é carinho de mulher

Mé, mé, mé, bote mais um que eu to tomando
Numa lagoa não perco pra jacaré
Quando fico bravo viro um siri na lata
Não tenho medo de nada
E o que me mata é carinho de mulher

De rapariga eu entendo
Sou viciado, o meu consumo é mulher
Eu fui criado numa mesa de baralho
Em forró e vaquejada e bebendo
em cabaré. (2x)

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música De Raparigua Eu Entendo de Aviões do Forró assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.