Letra de

Doi Quando a Gente Quebra a Cara

Aviões do Forró

Dói, dói, dói quando a gente quebra cara
Ninguém segura o coração que quer amar
Louco alucinado de prazer…

Levei a sério mas você só quis brincar comigo
Machucou meu coração
Fiquei de graça feito um louco cego sem juízo
E sofri na sua mão
Entrei com tudo sem pensar que de repente
Tudo pode ter um fim
E mergulhando de cabeça
Me entreguei pra quem nunca gostou de mim
Agora você vem degonsa, carinhosa
Vem fazendo charminho pra me derrubar
Desculpe meu amor agora estou em outra
Dei todo o meu amor e você jogou fora
Mergulhei nos mares dessa solidão
Desculpe, mass não vou te dar mais uma vez meu coração!

Dói, dói, dói quando a gente quebra a cara
Ninguém segura o coração que quer amar
Louco alucinado de prazer

Dói, dói, dói quando a gente quebra a cara
E sofre tanto sem remédio pra curar
A dor de amar alguém que só te fez sofrer

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Doi Quando a Gente Quebra a Cara de Aviões do Forró assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.