Letra de

Moradia

Daniel

Eu moro lá num racanto
Onde ninguém me amola
Numa casa ao pé da serra
Mora eu e a viola
O sapo mora no brejo
O sabiá na gaiola
Minha voz mora no peito
E meus versos na caxola

Tatu mora no buraco
Aranha mora na teia
O anel mora no dedo
O brinco mora na orelha
Coração mora no peito
O sangue mora na veia
Gente boa mora em casa
Criminoso na cadeia

Porco mora no chiqueiro
O boi mora na invernada
Pescador mora no rancho
Boiadeiro nas estradas
Boêmio mora na rua
Sereno na madrugada
A lua mora no céu
E o vento não tem morada

A perdiz mora no campo
O bem-te-ví no sertão
Baleia mora no mar
Lambari no ribeirão
Rato mora no paiol
O morcego no porão
Eu moro nos braços dela
E ela em meu coração

Palhaço mora no circo
A rima na poesia
O uirapuru lá na mata
Na festa mora a alegria
O rico mora no centro
Pobre na periferia
Num casebre em Nazaré
Morou a virgem Maria

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Moradia de Daniel assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.