Letra de

Clamor

Fernanda Brum

Quando a alma já não tem pra onde
E nem pra quem olhar
E a lágrima é o som do coração
Essa voz que grita e clama por socorro
Que soluça e implora compaixão
Quando a dor sufoca e chega ao desespero
Como espada fria a dislacerar
O socorro então se torna tão presente
Pois na Tua cruz livremento está

Seja bendito, oh Deus
Tua é a glória
Ao Teu povo traz vitória
E unção com Teu poder
Pois eu sei que és o mesmo Deus
E em mim vais operar
Em Teu braço forte eu posso descansar

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Clamor de Fernanda Brum assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.