Letra de

Outra Vez

Fernanda Brum

O deserto é o meu lar
Meu instrumento é a minha voz
O meu chamado é clamar
O arrependimento as nações
Uma fonte em meio ao deserto
Produz o mel pra alimentar
Meu anseio é gastar a minha vida
E o reino dele anunciar

Sonharia outra vez
Sofreria outra vez
Valorizo cada instante que passei
Pregaria outra vez
Clamaria outra vez
Arrependam-se oh filhos de Sião

O deserto é o meu lar
Meu instrumento é a minha voz
O meu chamado é clamar
O arrependimento as nações
Uma fonte em meio ao deserto
Produz o mel pra alimentar
Meu anseio é gastar a minha vida
E o reino dele anunciar

Sonharia outra vez
Sofreria outra vez
Valorizo cada instante que passei
Pregaria outra vez
Clamaria outra vez
Arrependam-se oh filhos de Sião

Sonharia outra vez
Sofreria outra vez
Valorizo cada instante que passei
Pregaria outra vez
Clamaria outra vez
Arrependam-se oh filhos de Sião

Eu sofreria outra vez
Eu sangraria outra vez
Eu morreria outra vez naquela cruz

Não me arrependo de nada
Faria tudo de novo
Eu te amo

Sonharia outra vez
Sofreria outra vez
Valorizo cada instante que passei
Pregaria outra vez
Clamaria outra vez
Arrependam-se oh filhos de Sião

Sonharia outra vez
Sofreria tudo, tudo outra vez
Valorizo cada instante, cada instante que passei
Pregaria outra vez
Clamaria outra vez
Arrependam-se oh filhos de Sião
Eu faria tudo, tudo outra vez
Cada lágrima, cada choro outra vez

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Outra Vez de Fernanda Brum assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.