Letra de

Realce

Gilberto Gil

Não se incomode
O que a gente pode, pode
O que a gente não pode explodirá
A força é bruta
E a fonte da força é neutra
E de repente a gente poderá

Realce, realce
Quanto mais purpurina melhor
Realce, realce
Com a cor-do-veludo, com amor
Com tudo de real teor de beleza
Realce, realce, realce, realce
Realce, realce, realce, realce

Não se impaciente
O que a gente sente, sente
Ainda que não se tente afetará
O afeto é fogo
E o modo do fogo é quente
E de repente a gente queimará

Realce, realce
Quanto mais parafina melhor
Realce, realce
Com a cor-do-veludo, com amor
Com tudo de real teor de beleza
Realce, realce, realce, realce
Realce, realce, realce, realce

Não desespere
Quando a vida fere, fere
E nenhum mágico interferirá
Se a vida fere
Com a sensação do brilho
De repente a gente brilhará

Realce, realce
Quanto mais serpentina melhor
Realce, realce
Com a cor-do-veludo, com amor
Com tudo de real teor de beleza
Realce, realce, realce, realce

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Realce de Gilberto Gil assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.