Letra de

Tecnopapiro

Maria Gadú

Perdão mãe
Se a vida virou um mundo de botão
Se a tela espia nossa solidão
Se digitei errado pra você
Me dê mãe
Tua caligrafia meia dois
A pauta inteira pra eu saber depois
Se eu não compartilhar teu sol num papiro

Analógica você
Cartas num papel de pão
Teu aroma de vinil
Me inspira
Analógica você
Cartas num papel de pão
Teu aroma de vinil
Me inspira

Cadê mãe?
Aquela Barsa que atirou em mim
O monstro alado da história sem fim
Um telegrama pro e-mail errado
Fudeu, né?
Vou te ligar de dentro do avião
Pra te dizer que o meu velho pião
Tecnoroda nos meus sonhos antigos

Analógica você
Cartas num papel de pão
Teu aroma de vinil
Me inspira
Analógica você
Cartas num papel de pão
Teu aroma de vinil
Me inspira

Calei mãe
Já fiz download do teu coração
Já imprimi teu mapa astral no meu

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Tecnopapiro de Maria Gadú assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.