Letra de

Amor Criminal

Tribo da Periferia

É o amor criminal
Aí nega queria te ver sorrir denovo
Manda uma foto pra mim
Em meio as crises choro a solidão
E o pensamentos se vão em uma só direção
Fala disso é difícil de um jeito delinquente
As vezes lembra alguns momentos
Que eternizaram a gente
Lembro-me como era louco
Pele de lobo dinheiro no bolso
Sonzera no carro é o amor criminoso
Eu ví em seus olhos o quanto me queria
Senti em seus beijos o valor de cada dia
Você amava meus defeitos de um jeito massa
Almejava os meu erros champagne vinho nas taça
Linda pra karai merece wisky ice
Isso assim como ela faz
Nem mesmo bonie e clayde fez
São momentos que não penso em esquecer
É o amor criminal
São lágrimas que se disolvem momentos rebeldes
Entre a paixão dinheiro e seu corpo sexy
Amor criminal mil dilemas
Mil sequelas em uma só cena
Sobreviver a teu brilho e a meu crepúsculo
Tornou meu auto sentimento frágil
Covarde minúsculo
Penso mais em você que no meu coração
Quase uma obsessão o meu desejo em te ter
Quando me vejo só com minha solidão
Sinto imensidão da dor que tenho em te perder
Fico mentindo pra mim mais quero mais uma vez
Sensação de pecado
Com requinte de champagne francês
Olho no espelho e castelo
O estrago que ela fez
Não sei se consigo viver
Com menos de dez mil por mês
Difícil mesmo é entender como é que pode esquecer
De quem te amou de forma que deu o sangue por você
Hoje quando amanhecer assim sem você perceber
Quase 10 anos contando agora só pra te ter.

Por favor preencha todos os campos.






Comentários

A música Amor Criminal de Tribo da Periferia assim como todas as outras encontradas aqui no Letraz, são de propriedade de seus respectivos autores e são divulgadas somente para fins educacionais, sendo vedada sua reprodução e cópias através de qualquer outros meios. (Lei 9610/98). All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.

© 2017 CONTTEUDO MEDIA GROUP, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.